Especial : Trinita by Caroline Gehrke Machado

Oi leitores do Girl Hooked on Books, como vocês sabem eu adoro conhecer novos talentos brasileiros, adoro ajudar, apoias futuros escritores, ou pessoas que estão querendo publicar seu livro por uma editora ou até mesmo idependente.


Eu conheci uma jovem escritora, e firmamos parceria, então como a obra dela é recente, e ainda não foi publicada, vim apresenta-la a todos vocês.


Enfim.. Vamos ao nosso especial.


Me chamo Caroline, nasci em Blumenau, Santa Catarina, tenho 14 anos e sou apaixonada por música (rock alternativo), séries (True Blood, The Vampire Diaries) , animes (Death Note, Vampire Knight) e livros! O primeiro livro que eu li realmente e que me incentivou a ler mais foi: Marley e Eu, sempre gostei de escrever e ler, mas foi a partir do ano passado (2010) que isso se tornou um dos meus hobbies favoritos. 3 coisas que não podem faltar no meu quarto: Livros, computador e televisão. 3 curiosidades sobre mim: Sou ariana, amo mexer no photoshop e toco violão. 3 filmes que eu amo: Amor e Inocência, Um amor para Recordar e Titanic. 3 possíveis carreiras a seguir: Designer gráfico, Relações públicas e letras.



E se você soubesse o que vai acontecer no próximo segundo? Se pudesse prever o dia da sua morte? Você mudaria sua forma de agir? Tentaria ao menos modificar o seu destino? Mas e se sua obrigação fosse somente assistir e nada do que você fizesse fosse capaz de mudar o inevitável? Você teria forças pra viver enquanto via cada um ao seu redor partir?Cristal está longe de ser uma garota normal, seus poderes, sua maldição. Uma coisa com a qual ela tem problemas para lidar desde criança, mas que a está assustando cada vez mais, está saindo do controle. E como pôr de volta um trem nos trilhos quando ele está a toda velocidade? É simples, você não põe, você espera que ele colida, você assiste enquanto ele se destrói e depois junta os pedaços e segue em frente.Ela teve de fazer isso, ela achou que estava acabado, jurou que a vida não tinha mais sentido, que o percurso estava terminado, jurou que tinha chegado ao fim do túnel, mas então o trem voltou a andar, mais veloz do que antes, atravessando as paredes, percorrendo um outro caminho, entrando em um outro mundo, um mundo onde ela é obrigada a conviver com a culpa de que em suas veias corre o sangue deles, o sangue das pessoas que mataram todos que ela mais amava.

A Sinopse é arrepiante, eu fiquei arrepiada assim que li, mas logo falei "Eu preciso ler esse livro" concordam?
Agora como sempre, temos que ter a entrevista com a autora, confiram:


GHOB: Oi Carol, primeiro quero agradecer por estar fazendo essa entrevista para o GHOB.
Caroline: Olá Duda, imagina o prazer é todo meu, é uma honra poder fazer essa entrevista e ser parceira do seu blog.

GHOB: De onde saiu a idéia para fazer o livro, o que te fez pensar "Vou escrever um livro"?
Caroline: Putz, essa é dificil, porque não teve um momento especial, não me surgiu aquela luz sabe? Eu já tinha começado a escrever no inicio do ano passado porque eu estava tendo ideias legais antes de dormir e então resolvi passar pro pc, no entanto era uma história sem base nenhuma e então eu parei... foi só pelo meio do ano que eu recomecei a escrever, mudando um pouco aqui e um pouco ali. A ideia original era de uma garota que ia para um clã e se apaixonava por um menino de outro clã... pra vocês verem como mudou a coisa, mas começou aí, minha amiga me ajudou a escrever umas outras partes, ela deu a ideia de que a Cristal deveria ser raptada e etc... e acho que nunca contei pra ela, mas um dos personagens, Otavio, só nasceu graças a ela. kk.

GHOB: Vi que o livro puxa para o lado sobrenatural, esse genero é o que você mais se interessa, ou é mesmo por causa que a história simplesmente surgiu com esse genero?
Caroline: Essa ideia de escrever sobre o sobrenatural surgiu quando isso era modinha eu admito, kk, mas a verdade é que eu sempre gostei desse tema, eu acho que te possibilita uma variedade de coisas que você não consegue quando o livro é sobre uma garota normal, que gosta de um carinha normal e eles tem um drama de vida normal... O sobrenatural te dá uma abertura muito grande para que você crie o que bem entender... então eu acho que o tema do meu livro foi um pouco influencia exterior, um pouco conveniencia e a ideia original já tinha essa pitada mistica também.

GHOB: Você pode nos contar um pouquinho sobre a protagonista Cristal, ela foi inspirada em alguém, ou em você mesma, qual é o estilo dela?
Caroline: Ok, Cristal é uma garota de 17 anos que cresceu com o que ela julga ser sua maldição, taxada de bruxa em sua cidade natal, ela se mudou depois que seu pai morreu... ela é forte e ao mesmo tempo fraca, ela usa uma mascara de garota perfeita para que não seja julgada de novo, Cristal se fechou bastante com todos os acontecimentos da vida dela, mas é uma boa amiga e uma boa namorada, apesar de ser bastante teimosa e explosiva as vezes.
Na verdade, ela era pra ser baseada em mim, e no inicio foi, só que ela acabou se transformando em alguém quase que o meu oposto, acho que a única coisa que nós temos em comum agora é a impulsividade.

GHOB: E o Protagonista? Ou como as pessoas dizem o "mocinho" ele é mais o estilo Patch (Hush Hush) ou Daniel (Fallen)?
Caroline: Meu protagonista é tudo menos mocinho, acho que se fosse pra comparar ele com alguém, seria com Patch, o anjo caído badboy, no entanto  Patch é bem mais fofo que o Alex, Alexander é cruel, possessivo, sarcastico, canalha... e lindo, atencioso, determinado. Em fim, enquanto em Hush Hush Nora é aliviada pelo fato de que, mesmo que tudo aponte pra Patch, ele normalmente não é o culpado ou tem boas desculpas, em Trinita, Alexander costuma ser o responsavel pelas piores coisas que já acontecem na vida de Cristal.

GHOB: O livro é uma série, você imagina a série como uma trilogia? Ou você acha que ela vai mais longe, tipo aqueles livros que no inico é 3, mas depois que você já 6 ou mais? rs.
Caroline: É uma trilogia, já pensei em aumentar ou diminuir, mas tenho fé de que vou conseguir resumir tudo que quero passar em três livros, eu amo os meus personagens e sei que vai ser dificil concluir a história, mas vai ter uma hora que eu vou ter que deixa-los de uma forma ou outra, então não quero que a série fique muito cansativa... Fora que o número 3 faz parte da base da história da Cristal, então nada mais coerente que fazer uma trilogia. ^^

GHOB: Quem mais te apoia? Quem mais te deu opnião, te ajudou a programar tudo?
Caroline: Olha, eu tive muita gente me ajudando nesse caminho, mas acho que posso destacar aqui, uma amiga minha, da Bahia, Caroline Mendes, ela foi a primeira leitora e sem ela o livro não chegaria a onde está, outra foi a Tauane, ela até teve umas participações no livro. Acho que atualmente ela é uma das pessoas que mais me motiva a continuar escrevendo, eu mau acabo de escrever um capitulo e ela já pergunta: Escreveu mais? Em fim, minhas leitoras todas me apoiam, me incentivam, se não fosse elas, talvez eu tivesse parado de escrever a um longo tempo atrás.

GHOB: Você já pensou em desistir do livro? Deixou ele parado?
Caroline: Eu nunca pensei em desistir, mas já abandonei ele por um longo periodo sim, a inspiração não vinha, minha criatividade tava a mil, mas eu abrir o word no documento do livro e tinha bloqueio, eu ficava tamborilando os dedos sobre o teclado por horas e horas e não conseguir escrever, ai fui deixando um pouco de lado, mas recentemente voltei a escrever e lembrei de como isso me faz bem, como me deixa melhor, alivia a sobrecarga de emoções... me proporciona prazer.

GHOB: Tem alguma outra obra sua andamento?
Caroline: Tem o segundo livro se isso vale, kk, estou reescrevendo o primeiro: Suplícios e escrevendo o esboço do segundo: Aflições. Mas fora isso, eu só tenho alguns pequenos textos ou ideias, nada muito concreto.

GHOB: De onde você tira a espiração para escrever o livro? Ele já está pronto ou só está mudando coisas ali e aqui?
Caroline: Muita gente me pergunta isso, algumas pessoas quando leem determinadas partes perguntam: Você está apaixonada?
Mas a coisa só surge, acho que uma grande aliada é a música, quase todos os capitulos do meu livro tem uma música tema que me inspirou. O primeiro livro está em processo de "revisão" digamos assim, eu ainda vou modifica-lo muito, mas ele eu sei onde ele começa, sei o que acontece no meio e sei como termina, o que estou fazendo agora é acrescentando detalhes, arrumando redundancias, colocando mais ganchos na trama...

GHOB: Quais seus generos literários favoritos?
Caroline: Ficção, drama e romance... se for os três juntos então eu apaixono! rsrs

GHOB: Como você também existe muitos jovens escritores, que guardam sua obra para si mesmo, você é um grande exemplo para eles, qual conselho você daria para eles?
Caroline: Meu lema: Não desiste. Você pode passar por muitas criticas, muitos tempos ruins, mas se você gosta de uma coisa, se acredita nela, então tem que correr atrás, tem que fazer de tudo pra mostrar pro mundo o seu potencial, tem de mostrar a todos como determinada coisa pode ser boa. Está cheio de gente pra te criticar lá fora, cabe a você filtrar o que vale a pena considerar e não se deixar abalar, porque os teus sonhos só você tem a capacidade de transformar em realidade.

GHOB: Obrigada pela entrevista Carol, agora é o seu momento para divulgar seus meio de contatos, blog, site oficial do livro..
Caroline: ok, vocês podem falar comigo pelo meu e-mail: carol.cgm@hotmail.com e podem acessar o blog do livro: http://serietrinita.blogspot.com/ tem ainda o meu tumblr pra quem quiser ler pequenos textos avulsos que eu faço ou pra quem quiser acompanhar a minha web novel: http://wordsofpain.tumblr.com/

Bom pessoal, é isso, a Carol é um amor de pessoa, deve ter muito talento -não li o livro dela- e por enquanto ainda é uma autora idependente, como ela disse deem uma passadinho no Blog dela para mais informações da série  http://serietrinita.blogspot.com/  
Lá você tem mais curiosidades, outras entrevistas.

Duda xoxo


4 Comentários:

Caroline disse...

Duda, obrigada por essa oportunidade, você é uma flor de pessoa e eu já anunciei nossa parceria no blog ok?
Beijos.
http://serietrinita.blogspot.com/

Lilo disse...

Oieee Duda! Bela entrevista com a fofa da Carol! Tenho acompanhado o trabalho dela e sei que a série Trinita tem grandes chances de fazer bastante sucesso.
Desejo tudo de bom pra vcs duas!
Bjos e sucesso
Lilo

Babi Dewet disse...

Adorei a entrevista!!! Muito sucesso pra Carol, achei a história do livro muito boa =D
Flor, na página de parceiros/afiliados, os links não vão pros blogs e sim para as imagens. Pode verificar?
Beijocas!

Ana Luiza Rosa disse...

Oi Duda! É maravilhoso ver uma entrevista da minha amiga Carol por aqui (:
Ela é uma parceira e tanto, e adoro-a como pessoa.
Ela merece muito sucesso no seu trabalho, o potencial que esta garotinha jovem tem, não é pra qualquer um, sem contar que ela sabe fazer um milhão de coisas rsrs.
Adorei a entrevista e o seu blog é lindo.

beijo,
Aninha - Ofício dos Livros

Postar um comentário

 
Design by: Caroline Gehrke