Resenha: Sendo Nikki by Meg Cabot

Oi pessoal, vim com outra resenha, o segundo livro da série "Cabeça de Vento" muito perfeita de uma autora mais perfeita ainda.


Sendo Nikki - Meg Cabot

AS COISAS NÃO ESTÃO BEM PARA EMERSON WATTS. Em tinha certeza absoluta de que não havia nada pior do que ser uma nerd presa no corpo de uma supermodelo adolescente. Mas acontece que ela estava errada. De repente, Emerson descobre que Nikki tem uma mãe que está misteriosamente desaparecida, um irmão que surgiu na sua porta cobrando respostas, um ex-melhor amigo que pretende destruir a Stark Entreprises, e um admirador britânico não tão secreto que está no topo das paradas de sucesso com uma música escrita para ela. Como Em pode equilibrar todos esses problemas e ainda lidar com a escola e os desfiles e sessões de foto? Especialmente com antigos namorados de Nikki aparecendo o tempo todo, querendo mais do que só uma lembrancinha, uma irmã que vai fazer qualquer coisa para entrar no campeonato de líderes de torcida, e com a empresa que paga seu salário aparentemente indo para o lado negro... Sem contar que ela ainda precisa convencer o amor de sua vida de que modelos não são umas cabeças de vento... e uma delas, em especial. MAS NINGUÉM DISSE QUE ELA SE DARIA BEM SENDO NIKKI.
Atenção: Atenção, se você não leu Cabeça de Vento, não recomendo que leia essa resenha.

Eu terminei de ler Sendo Nikki em 3 dias, não só por estar ansiosa pela continuação desde o primeiro livro, mas também porque eu sempre amei essa série, e com certeza foi uma das melhores que Meg Cabot já fez.

Sendo Nikki é a continuação de Cabeça de Vento.

Em, esta se adaptando, ou tentando se adaptar a sua nova vida de super modelo, ela mesmo estando legalmente morta, ainda esta viva, e tentando concertar todas as burradas que Nikki Howard fez.
Vigiada 24 horas pela Stark, ela não pode dar passos em falso, ou sua familia vai ter que arcar com os danos, então com Em Watts morta (?) o que ela poderia fazer além de simplesmente aceitar o fato de viver sua nova vida? 
As coisas estavam começando a melhorar,
Engraçado como, naquele momento, eu realmente acreditei nisso.
Mas depois percebi que não podia estar mais errada.

Página 38
Mas quem dera as coisas fossem tão simples assim, além de ter que fingir ser uma super modelo, ficar sem sentir o bumbum, o amor de sua ex-vida não saber que apesar de tudo ela ainda existe, ali dentro de Nikki Howard, Em Watts ainda existe. Errado, Em Watts morreu. Ela era Nikki. Mas como se tudo isso não fosse suficiente, depois ela se vê frente-a-frente com o irmão de Nikki, Steven, que está a procura de sua mãe desaparecida.
Mas como ela poderia negar-se a procurar a sua, no caso, mãe? Steven era seu irmão, querendo ou não.
Todo mundo achava que eu estava morta.
Eu era Nikki Howard agora.
Em Watts estava morta.
Página 89
Sua antiga familia não podia fazer nada contra a Stark, eles tinham dado a vida a sua filha.
Starks, a uma das impresas mais famosas e ricas do mundo, poderia ser vista por qualquer pessoa como a industria revolucionaria, mas o que esta atrás dela, é um dos maiores problemas para Nikki/Em pois com todos os segredos que tem por trás, as peças não se encaixam, e Em adora um quebra cabeça, literalmente.

Entre todo esse drama, existe Brandon o ex-namorado de Nikki Howard, um pedra no caminho de Em, existe Lulu sua "melhor amiga" Gabriel seu admirador, entre todas as outras pessoas que são bem significativas em todo o livro.

Com certeza, Sendo Nikki é um dos livros mais interessantes que eu já li, ele prende o leitor desde a primeira página até a última linha, você simplesmente não imagina o que vem pela frente, você tem uma idéia e derrepente todas as suas crenças mudam de acordo com cada página que você lê, existe tanto drama em um pequeno livro que você fica até surpreso de como Meg Cabot conseguiu encaixar tudo aquilo em apenas 319 páginas.

Com certeza, Cabeça de Vento e Sendo Nikki são dois dos mais emocionantes livros que eu já li na minha vida, eu recomendo muito ele, porque vale muito a pena!

3 Comentários:

Lilo disse...

Aiii eu não li o anterior... Então só dei uma passada de olhos na resenha XD
Mas a história parece bem leve e empolgante. E (que vergoinha), nunca li nada da Meg C. =D
Valeu a dica.
Bjos e sucesso.
Lilo
Redenção

Caue1507 disse...

também nunca li nada da Meg.. fico com receio, sei lah D: jah li várias e várias resenhas sempre elogiando os livros dela e acabo ficando com medo de ter muitas expectativas e no fim não gostar do livro >.<

--
hangover at 16

Caroline disse...

Ahhh, como é que vc pode dizer que foi uma das melhores que a Meg já fez? A Mediadora foi e É A MELHOR que a Meg já fez, mesmo eu não tendo lido essa ai de cima, kkk, mas gostei u.u gostei mesmo, pena que não tem TANTO sobrenatural assim, mas quero ler, assim é claro, que catar INSACIÁVEL para a minha coleção!
Ótima resenha Madu!!
Beijos
http://serietrinita.blogspot.com/

Postar um comentário

 
Design by: Caroline Gehrke